DOENÇAS
 » ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL ( derrame cerebral )
 » AMILOIDOSE CARDÍACA
 » ANEURISMA DA AORTA ABDOMINAL
 » ANEURISMA DA AORTA ASCEDENTE E TORÁCICA
 » ANGINA INSTÁVEL
 » COLESTEROL
 » COMO FUNCIONA O CORAÇAO
 » DIA MUNDIAL DO CORAÇÃO ...
 » Diabetes
 » DISTÚRBIOS DA CONDUÇÃO ELÉTRICA CARDÍACA (bloqueios de ramo e hemibloqueios)
 » DOENÇA ARTERIAL CORONARIANA
 » DOENÇA ARTERIAL PERIFÉRICA (artérias mesentéricas)
 » ENDOCARDITE INFECCIOSA
 » ESTENOSE MITRAL
 » HIPERTENSÃO
 » HIPOTENSÃO
 » INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
 » O QUE É NEUROPATIA DIABÉTICA?
 » OSTEOPOROSE
 » PALESTRA SOBRE HIPERTENSÃO
 » PROBLEMAS VALVARES E SEUS DIAGNOSTICOS
« voltar ESTENOSE MITRAL          Imprimir
O que é ?

A estenose mitral é uma obstrução ao fluxo normal de sangue do átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo,sendo o átrio esquerdo a câmara cardíaca sobrecarregada.Em nosso meio,a principal causa de estenose mitral é a doença reumática,que leva a uma valvulite.

Fisiopatologia :

A obstrução ao fluxo através da valva mitral leva ao aumento do volume e pressão do sangue no átrio esquerdo,que também se reflete retrogradamente como aumento de pressão no sistema venoso pulmonar.Posteriormente,há dilatação do átrio esquerdo,que favorece o aparecimento de arritmias,como a fibrilaçao atrial,e a formação de trombos intra-atriais.
Aproximadamente 25% dos pacientes portadores de estenose mitral crônica podem desenvolver hiper-resistencia pulmonar e sobrecarga ventricular direita.

Quadro Clinico :

Os sintomas são:
Dispnéia ao esforço, devido a hipertensão venocapilar pulmonar;
Fadiga e cansaço, por diminuição do debito cardíaco,e palpitações pela fibrilaçao atrial;
Mais raramente aparecem hemoptise e lesões neurológicas, como o acidente vascular cerebral, conseqüência de tromboembolismo. Sintomas de falecia ventricular direita como ascite, edema de membros inferiores e hepatomegalia podem estar presentes em pacientes com hipertensão pulmonar importante.
Ao exame físico auscultamos na área mitral hiperfonese da 1º bulha cardíaca, estalido protodiastolico, que corresponde a abertura da valva,alem de sopro diastólico de baixa freqüência (em rufla), originado pelo fluxo turbulento do sangue ao passar pela valva estreitada.A ausculta é melhor realizada com o paciente em decúbito lateral esquerdo.
Em muitos casos o aparecimento de fibrilaçao atrial,gravidez ou febre podem levar a piora dos sintomas.

Tratamento :

A profilaxia da doença reumática devera ser feita com penicilina ate os 35 anos de idade.Em caso de fibrilaçao atrial aguda,esta devera ser revertida;se for crônica,o paciente devera receber anticoagulante por via oral para evitar episódios tromboembólicos.
Atualmente é possível corrigir a estenose mitral,em pacientes selecionados,através da valvoplastia por balão,realizada pelo cateterismo.Nos demais pacientes sintomáticos e com área valvar estimada pelo ecocardiograma em torno de 1,0cm²,o tratamento cirúrgico esta indicado:este poderá ser uma comissurotomia (abertura cirúrgica da valva) ou a substituição da valva mitral por uma prótese.

A Clínica | Doenças | Artigos | Vídeos | Localização | Fale Conosco
© Copyright 2017 www.vanderleimdasilveira.com.br - .(54) 3045-4840 - Todos os Direitos Reservados